Compartilhe a Fortus Group
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

 

Quem nunca se perguntou de que forma agir na hora de uma entrevista para uma vaga de trabalho? Diante desta dúvida de inúmeros profissionais, a analista de
Recursos Humanos da Fortus RH, Marielle Louise Silva Gomes da Silva, traz um manual completo para o candidato ao posto, com dicas a serem seguidas.

– Quais dicas você dá para que o candidato se saia bem em uma entrevista?

Em primeiro lugar, é necessário que o candidato busque informações sobre a empresa. Isso, porque deve estar preparado para certos questionamentos, sentindo-se
convicto de que esta é realmente a empresa que deseja trabalhar. Desistir após ser selecionado pode fazer com que a pessoa não seja mais chamada por aquela empresa ou agência.
É de suma importância que o candidato tenha em mente que tudo é avaliado:

  • Se leu atentamente o anúncio da vaga e suas exigências;
  • Se cometeu erros ortográficos no seu currículo;
  • O modo como atendeu o telefone e como se comportou na ligação;
  • Como cumprimentou quem o recepcionou ao chegar na empresa;
  • Como se comportou ao aguardar a entrevista na recepção (ou em outro local);
  • Como se expressa (tom de voz, clareza na comunicação, convicção ou hesitação ao falar, atitude, espontaneidade, presença de espírito);
  • O que fala (que tipo de palavras utiliza, se vocabulário formal, técnico ou gírias; se é muito prolixo; se é argumentativo; se é perspicaz; se tem falas preconceituosas);
  • Se sabe ouvir e esperar seu momento de falar;
  • Conhecimento na função pretendida.

– Existe um tipo de roupa mais indicada para concorrer a uma vaga de trabalho?

O indicado é sempre buscar conhecer sobre a empresa e seus colaboradores, pois, assim, se têm indícios de como se vestir e se comportar. Em empresas que a vestimenta é exclusivamente formal, seria inapropriado comparecer de traje esportivo. Já em uma empresa mais informal, apresentar-se de terno e gravata, por exemplo, pode ser uma desvantagem.
Na dúvida, o ideal para os homens é vestir um traje neutro e reservado, como camisa, jeans tradicional e sapato, podendo carregar um blazer em caso de necessidade.
Para as mulheres que pretendem utilizar maquiagem e acessórios (o que na maioria das vezes é indicado), a regra é a mesma: neutralidade.
Porém, deve evitar utilizar acessórios grandes e ou barulhentos. Ainda é importante destacar que as candidatas devem passar longe de decotes ou saias curtas.
A dica infalível do menos é mais, funciona.

– O que conta mais, o currículo do candidato ou o comportamento na entrevista?

Ambos. O currículo o leva para a entrevista. Já a entrevista, é o que determinará se ele pode ou não se tornar um colaborador da empresa. Assim, a dica é caprichar nos dois, buscando, cada um, o seu diferencial.
– Chegar atrasado na entrevista tira muitos pontos do candidato?
No geral sim, pois automaticamente este comportamento é vinculado ao interesse pela vaga, capacidade de organização e de comprometimento. Porém, caso ocorra algum imprevisto é recomendável ligar.
– Como vencer a ansiedade num momento como esse?
Estar centrado no objetivo, sem querer parecer o que não é. Além de manter o equilíbrio; falar com calma e clareza e ser sincero.

Importante
Sabemos que o foco do empregador ao contratar um profissional é o seu trabalho e o comprometimento que ele terá com a empresa e suas atividades. Portanto, na entrevista, tem de estar pronto para informar sobre seu estilo de vida e projetos a curto e médio prazos. Além disso, se o candidato estuda, deve contar os dias e horários e se tem como remanejar ou recuperar aulas perdidas.

Dicas para redação de um bom currículo
* Desnecessário colocar CPF, RG, data de nascimento e número da residência;
* Colocar foto no CV;
* Breve resumo das atividades;
* Características e diferenciais do profissional;
* Conter uma única página;
* Evitar colocar cursos e palestras realizadas há muitos anos;
* Colocar apenas as três últimas experiências profissionais;
* Atenção ao escrever para que erros ortográficos não ocorram. Hoje, ferramentas de criação de documento possuem uma revisão automática, e, até mesmo, na internet há sites que também fazem este trabalho gratuitamente;
* Ser sucinto: descrever as principais atividades, evitando frases longas ou repetitivas;
* Ser verdadeiro: não inserir experiências ou cursos que não possui;
* Ser objetivo e ter foco: inicie o currículo informando em qual área deseja trabalhar e sempre pontue as experiências que teve na mesma área;
* Cursos extras: só inserir cursos que tenham relação com o objetivo profissional do currículo;
* Idiomas: nível básico de idioma é totalmente dispensável. Só inclua idioma se for capaz de ler, compreender e falar um texto de no mínimo dez linhas.

Matéria publicada no Correio do Povo de Hoje, de autoria da analista Marielle Louise da Fortus RH, com importantes dicas para ter sucesso em uma entrevista de emprego.

Artigo escrito em